A casa dIrene - Nico Fidenco

 

Alguém se lembra da Casa d'Irene?

Pois eu ainda não me esqueci! Por isso para a recordar e ajudar-vos a relembrá-la, vou colocá-la aqui! Esta bela canção de Nico Fidenco veio-me à memória num dia que fui à Gulbenkian! Tirei algumas fotos e entre elas apanhei esta!

 

 

casa-irene.jpg

 

A Casa d'Irene

 

A primeira coisa que recordei ao olhar para a árvore, e vi o ninho velho, foi: "olha a Casa d'Irene"!

Lembrei-me da canção e achei que a casa de que fala o Nico Fidenco seria como essa da imagem. Terá sido uma casa linda! Vamos então recordar o Nico Fidenco, aqui, na Rádio ventor.

 

A C A S A D' I R E N E (Maresca e Pagano) CANTA ORIGINAL: NICO FIDENCO

 

I giorni grigi
sono le lunghe strade silenziose
di un paese deserto
e senza cielo

A casa d'Irene
si canta si ride
c'è gente che viene
c'è gente che va
A casa d'Irene
bottiglie di vino
a casa d'Irene
stasera si va

Giorni senza domani
e il desiderio di te

Sono quei giorni
che sembrano fatti di pietra
Niente altro che un muro
sormontanto da cocci di bottiglia

E poi ci sei tu a casa d'Irene
e quando mi vedi
tu viene da me
mi guardi negli occhi
mi prendi una mano
e in silenzio mi porti con te

Giorni senza domani
e il desiderio di te

Nei giorni grigi
io so dove trovarti
i giorni grigi
mi portano da te
a casa d'Irene
a casa d'Irene
 

 

O Ventor gosta de música e de instrumentos musicais e, entre eles, um dos mais apreciados é a gaita galega, como dizíamos em Adrão, 50 anos atrás

publicado por Ventor às 20:25